Tecnologia, empreendedorismo, formação docente: o que nosso VP acadêmico viu e ouviu em encontro mundial de reitores

Luciano Reolon representou a Atitus no V Encontro Internacional de Reitores, na Espanha

Tempo estimado de leitura: .

24 de maio de 2023

“Fica evidente que a Atitus está no caminho certo”.

Essa foi a constatação do vice-presidente Acadêmico da Atitus, Luciano Reolon, ao avaliar as tendências mundiais para o ensino superior durante o V Encontro Internacional de Reitores.

Luciano participou do evento realizado na Ciudad de las Artes y las Ciencias, em Valência, na Espanha, entre os dias 8 e 10 de maio. Nosso VP teve contato com nomes importantes do ensino superior e da tecnologia que compartilharam conhecimento durante o evento. Cerca de 700 gestores de instituições de ensino superior de todo o mundo estiveram presentes.

Um dos temas debatidos no evento foi o que o mercado espera dos profissionais que estão saindo das universidades. Entre outras competências, foram destacados pensamento ágil, capacidade de resolução de problemas complexos e aprendizagem contínua.

“Muito do que se discutiu vai ao encontro do que a Atitus busca aplicar, partindo do seu propósito que se reflete na sala de aula e consequentemente na vida dos estudantes, quando focamos no conceito de Employer University, na conexão radical com mercado e jornada preditiva de carreira”, destaca Luciano.

Confira mais alguns insights que Luciano trouxe de Valência:

“O assunto tecnologia foi muito presente, com temas como a contribuição da universidade para a revolução tecnológica e a relação entre inteligência artificial e o trabalho. Isso vai impactar de forma intensa as carreiras tradicionais, valorizando o life long learning. Nunca o aprender continuamente fez tanto sentido”.

“No eixo empreendedorismo, foi destaque a importância da educação baseada em competências empreendedoras, como resiliência, adaptabilidade e pensamento crítico, além de iniciativa e identificação de oportunidades”.

“Outro tema de destaque foi a necessidade de utilização das novas tecnologias a favor da educação e da didática, com especial atenção ao empoderamento e formação de docentes em para que dominem metodologias indispensáveis para isso”.

“O perfil dos professores para uma nova educação foi bastante debatido, indicando uma necessidade de oferta de capacitação”.

“As competências sócio emocionais e as experiências da vida real (sociedade e mercado) num mundo repleto de mudanças também foi destaque, reforçando a necessidade da universidade inserir essa temática em seus currículos e eixos de formação”.

Mais Acessados

... Tecnologia

3 livros essenciais para os apaixonados por Ciência da Computação

26 de setembro de 2023

... Carreiras

Administração Pública: Como trabalhar na área?

14 de dezembro de 2023

... Carreiras

Negócios na telinha: 3 séries imperdíveis para quem quer empreender

14 de dezembro de 2023