Engenharia de Produção mostra o caminho para a eficiência

Graduação da Atitus Educação tem uma relação próxima com o mercado; saiba em quais áreas este profissional pode atuar

Tempo estimado de leitura: .

15 de agosto de 2023

Algumas profissões são consideradas mais clássicas que outras. Direito e Medicina, por exemplo, possuem campos de atuação diversos e com boa visibilidade. Mas você sabia que existe uma profissão primordial para o funcionamento de diferentes locais, como indústrias e lavouras? Esta é a Engenharia da Produção, um dos nossos cursos de graduação oferecidos no Campus Passo Fundo. 

O estudante que optar pelo curso irá estudar ferramentas e metodologias que trarão melhorias em diferentes processos, que irão resultar em ganhos no uso de máquinas e materiais e, também, de mão-de-obra. O resultado é um crescimento da produtividade. Tal definição parece se encaixar com perfeição na indústria, mas essa é apenas uma das possíveis áreas em que o engenheiro de produção pode atuar. 

“A indústria metal-mecânica é a referência maior de atuação. Porém, todas as organizações possuem processos em que um engenheiro de produção pode colaborar. Temos, dentro da própria Atitus, vários processos, sejam administrativos ou operacionais. O profissional que formamos trabalha no desenvolvimento, na ordenação de processos, para eliminar possíveis falhas e atingir um resultado mais efetivo”, explica Evandro Soffiatti, coordenador da graduação. 

Todo resultado operacional permite uma análise crítica, para avaliar se a operação está sendo desenvolvida da maneira adequada. É uma área que permite a atuação de um profissional de engenharia de produção. Em um hospital, por exemplo, há um campo de trabalho bastante vasto. 

“Cabe ao engenheiro avaliar o melhor caminho para que o paciente seja recebido, instalado e realize procedimentos e exames com agilidade, garantindo uma alta no melhor tempo possível. São esses processos que necessitam do conhecimento do engenheiro para acontecer com efetividade e custos baixos”, comenta o coordenador. 

As indústrias têxtil e alimentícia, instituições públicas e privadas de saúde, de ensino e de prestação de serviços também são locais onde o conhecimento do engenheiro de produção é bastante requisitado. Sempre visando a eficiência dos resultados e um processo operacional mais ágil e inteligente. 

Os cálculos, comuns dentro da área da engenharia e que afastam muitos estudantes na hora de escolher um curso de graduação, não são o ponto principal. Conforme explica Evandro, diferentemente das Engenharias Mecânica e Civil, a de Produção utiliza uma matemática mais básica, focada na estatística. 

“O engenheiro de produção é um profissional mais analítico, mais metódico, que gosta da organização. Se você é organizado, consegue entender e interpretar os processos  e, com isso, gerar um melhor resultado. E esse é o objetivo da profissão”, relata. 

Com um time de professores em conexão com o mercado, nossa graduação em Engenharia de Produção tem como foco construir um aluno com o olhar próximo da realidade que irá encontrar no mundo do trabalho. Aliás, a maioria dos estudantes já atua na área. Além disso, disponibilizamos vagas, por meio da Plataforma Acelera, que traz oportunidades em diferentes setores para os estudantes, do primeiro ao último semestre. 

A organização é seu ponto forte? Já imaginou trabalhar na gestão de processos? Faça Engenharia da Produção um dos nossos cursos de graduação oferecidos no Campus Passo Fundo.

Mais Acessados

... Carreiras

Administração Pública: Como trabalhar na área?

14 de dezembro de 2023

... Carreiras

Negócios na telinha: 3 séries imperdíveis para quem quer empreender

14 de dezembro de 2023

... Notícias

Professora e aluno da Atitus são voluntários de projeto social de robótica educacional

21 de dezembro de 2023