Disposição para aprendizado e conhecimento são diferenciais para quem busca vaga de estágio

De acordo com analista de desenvolvimento de carreiras, procura por vagas começa cada vez mais cedo entre os estudantes

Tempo estimado de leitura: .

07 de agosto de 2023

O primeiro semestre de um curso de graduação costuma ser um período de intensas descobertas. A teoria é importante, mas é na prática da profissão que muitos estudantes encontram suas potencialidades. Neste contexto, os estágios podem ser uma oportunidade de crescimento pessoal e profissional.

Para a analista de desenvolvimento de carreiras da Atitus Educação, Tamiris Bernardi Schöfer, o perfil do aluno que busca um estágio já no primeiro semestre do curso é jovem e conta com experiências prévias no mercado de trabalho.

“Alguns atuaram dentro do programa Jovem Aprendiz, o que dá uma visão diferente diante da graduação. Por isso, buscamos oferecer, via e-mail e também pela nossa Plataforma Acelera, uma série de vagas que abrangem desde os estudantes da fase inicial como os que já estão no período do estágio obrigatório, por volta do sétimo semestre”, explica. 

Com várias opções de cursos em horário noturno e a empregabilidade como um ponto forte, nos preocupamos com os futuros estagiários, buscando sempre uma abertura para que eles possam resolver suas dúvidas. Afinal, é no ambiente do estágio que o aluno começa a construir seu networking, realizando contato com profissionais experientes e compartilhando de decisões importantes dentro das corporações. 

Por isso, estar sempre disposto a aprender e a conhecer melhor o funcionamento do ambiente de trabalho é uma característica importante e pode ser construída desde o processo de seleção. 

E você sabia que existe uma lei que rege os estágios no Brasil? A chamada Lei do Estágio entrou em vigor em 2018 e regulamenta a prática para alunos do Ensino Médio, Profissionalizante e Superior. Antes de entrar em vigor, eram as próprias empresas que estabeleciam as normas sobre o funcionamento do estágio, o que trazia alguns prejuízos, especialmente aos estudantes. 

Agora é firmado um contrato que permite que a empresa e a instituição de ensino estejam cientes sobre as atividades que serão desenvolvidas. 

“Aqui na Atitus os alunos costumam nos procurar para tirar dúvidas sobre a documentação necessária para buscar um estágio”, lembra Tamiris, ao afirmar que alguns estudantes relatam desconhecimento, por parte das empresas, sobre os processos necessários para contratá-los.

Pronto para iniciar sua jornada como estagiário? Aqui você conta com a Plataforma Acelera, nossa ferramenta que aproxima empresas e estudantes em busca de uma vaga.

Confira alguns direitos e deveres que todo estagiário deve conhecer:

IMAGEM INFOGRÁFICO

Mais Acessados

... Carreiras

Administração Pública: Como trabalhar na área?

14 de dezembro de 2023

... Carreiras

Negócios na telinha: 3 séries imperdíveis para quem quer empreender

14 de dezembro de 2023

... Notícias

Professora e aluno da Atitus são voluntários de projeto social de robótica educacional

21 de dezembro de 2023