Como empreender na área da saúde

Investir em processos e setores inovadores são boas estratégias para quem quer se destacar no mercado de trabalho

Tempo estimado de leitura: .

27 de setembro de 2023

Os empreendedores brasileiros querem investir em saúde e tecnologia. Só em 2022, o país contava com 215 healthtechs, de acordo com o mapeamento da Associação Brasileira de Startups (Abstartups). Dessas, 45% estavam há apenas três anos no mercado, dado que mostra como a pandemia influenciou a busca por investimentos no setor. Com a crescente demanda por inovação, qualidade e acessibilidade por parte dos usuários nos serviços de saúde, empreendedores que estão dispostos a pensar fora da caixa e enfrentar desafios podem encontrar um terreno fértil para colocar em prática seus negócios. 

Confira o episódio do Atitus Talks sobre startups voltadas para a área da saúde!

Entre as possibilidades de atuação na área da saúde estão startups voltadas para a atenção primária, principalmente prezando o atendimento humanizado, preventivo e focado no paciente. Empresas voltadas para o desenvolvimento de dispositivos médicos, aplicativos de saúde e telemedicina têm transformado a maneira como os pacientes acessam os serviços de saúde e ganham cada vez mais destaque. 

Para quem quer empreender na área da saúde, alguns pontos devem ser observados com atenção, como a questão das regulamentações. O setor da saúde é altamente regulamentado para garantir a segurança dos pacientes e a qualidade dos serviços. Empreendedores devem estar atentos às legislações locais e nacionais para evitar problemas legais. Investir em conhecimento, para ter uma compreensão sólida das questões clínicas, é outro fator essencial para quem quer investir neste mercado. 

Outras dicas importantes para os futuros empreendedores da área da saúde são:

Pesquisa e Validação: realizar pesquisas detalhadas de mercado de trabalho para entender as necessidades e preferências dos pacientes pode ser um ótimo ponto de partida antes de elaborar um empreendimento na área da saúde.

Inovação Responsável: Ao trazer novas tecnologias ou serviços, é importante considerar como eles afetarão positivamente a segurança e o bem-estar dos pacientes.

Networking Estratégico: Estabelecer parcerias sólidas com profissionais de saúde, instituições acadêmicas e outros empreendedores da área para trocar conhecimentos e experiências torna o investimento mais preciso e garante atualização constante do empreendedor. Empreender na área da saúde pode ser desafiador, mas as recompensas vão além do financeiro, envolvendo o impacto positivo na vida das pessoas e na sociedade como um todo. Que tal dar o pontapé inicial como empreendedor neste setor com a ajuda de profissionais conectados com o mercado e as principais novidades da área? Vem conhecer nossos cursos da Escola de Saúde!

Mais Acessados

... Carreiras

Administração Pública: Como trabalhar na área?

14 de dezembro de 2023

... Carreiras

Negócios na telinha: 3 séries imperdíveis para quem quer empreender

14 de dezembro de 2023

... Notícias

Professora e aluno da Atitus são voluntários de projeto social de robótica educacional

21 de dezembro de 2023